Trabalho até a morte: Karoshi

O Japão é o único país do mundo onde a expressão “morrer de trabalhar” pode ser tomada no sentido literal. Já existe mesmo uma palavra cunhada para designar esse tipo de morte: karoshi. A obsessão nipônica com o trabalho e a vitória resvala não só no suicídio daqueles que não conseguem se adaptar e seguir o grupo; às vezes os trabalhadores forçam seus limites de forma tão agressiva que acabam sendo vitimados pelo trabalho. No karoshi (que traduzido literalmente significa “morte por sobrecarga de trabalho”) a vítima sofre um esgotamento nervoso completo, padecendo de isquemias coronárias e cerebrais que resultam numa morte súbita.

O primeiro caso de morte por karoshi foi registrado no fim dos anos 60. Atualmente, o ministério do trabalho do Japão contabiliza entre 20 e 60 casos de morte por karoshi todos os anos. Embora existam termos em outras línguas para designar a fadiga e o esgotamento extremos provocados pelo trabalho, o karoshi parece ser exclusivo do império do sol nascente.  Construir a segunda maior potência capitalista do mundo à partir de uma pequena ilha do pacífico exige esforço. E às vezes pode ser esforço demais.

Uma resposta to “Trabalho até a morte: Karoshi”

  1. Medo dos japoneses…. até pelos próprios japoneses… O.o

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: