O senado e o Warcraft

Foi divulgado há pouco uma notícia bombástica, que dá um tapa na cara dos defensores da Lei Azeredo: o senado tem à sua disposição pastas e pastas com inúmeros gigabytes a seu acesso de conteúdo compartilhado. Essas pastas são divididas através da rede local, e contém de Nelly Furtado a Megadeth, passando por Beto Barbosa e Rogério Skylab.

Divirta-se olhando os arquivos da pasta

Divirta-se olhando os arquivos da pasta

Assustado? Mas não é só isso. Nessas pastas, que estavam supostamente escondidas, também foram acessados alguns filmes, todos em arquivos salvos no computador, quebrando assim a lei de direitos autorais que tanto insistem em falar. Dentre os arquivos de vídeo estavam Gran Torino, A Menina e o Porquinho, Meu nome não é Johnny, Happy Feet e Carga Explosiva, capítulos da minissérie global, Capitu e documentários do Discovery Channel.

Além dos filmes e das músicas, foi encontrada uma pasta a partir da qual era possível rodar o jogo Warcraft 3, através de qualquer computador da rede. Agora, talvez, podemos saber o que os funcionários e os próprios parlamentares fazem no seu tempo livre em que trabalham (ou vice-versa).

(Após a divulgação da pirataria que come solta na seção de informática, o Senado deletou as pastas e está investigando os bonitinhos que utilizavam a rede para downloads e compartilhamento de tais arquivos. O BlogDoBatman agora pergunta: Eduardo Azeredo, onde está seu Deus agora? – Clipado de Congresso em Foco)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: