Professor leva 200 pênis para casa

Um leilão inusitado ocorreu na cidade de Nova Iguaçu, no Rio de Janeiro: Uma gerente de sex shop e um professor de biologia disputando um lote com duzentos pênis de borracha. O leilão foi promovido pela 6ª Vara do Trabalho de Nova Iguaçu. Eis o anúncio do lote proferido pelo leiloeiro na ocasião: “200 pênis em silicone, modelo Peter King 08, sendo cem com escroto”. Os pênis foram leiloados para o pagamento de dívidas trabalhistas da fábrica Gaia Horne Sex, falida já há um tempo.

docente feliz com as aquisições

docente feliz com as aquisições

O professor está longe de ser parte do público consumidor dos brinquedinhos eróticos. É casado, pai de um filho de dez anos e dá aulas de biologia para o ensino médio e fundamental. Ele pretende vender os artefatos por cerca de R$ 45,00 cada um na internet. E as vendas deverão ser rápidas, já que os pênis custam em média R$ 80,00 nas lojas do ramo. Alessandra Vieira, a gerente de sex shop, ficou bastante chateada com a derrota no leilão . Segundo ela, os pênis de borracha são o segundo item mais procurado, ficando atrás apenas de umas tais “bolinhas que explodem durante o ato sexual”

O professor preferiu não revelar o nome para evitar brincadeiras por parte dos alunos. Ele pretende guardar um dos pênis para usar nas aulas de educação sexual, nas lições sobre uso de preservativos.

17 Respostas to “Professor leva 200 pênis para casa”

  1. Cúmulo do egoísmo…😄

  2. “O professor está longe de ser parte do público consumidor dos brinquedinhos eróticos. É casado, pai de um filho de dez anos e dá aulas de biologia para o ensino médio e fundamental.”

    foi mals ae, + senti o preconceito… U.U

    • ahmmm... Says:

      contexto? jornalismo? imparcialidade? fatos?…

      • contexto?

        Qual, exatamente? o fato dele ter comprado 200 picas, no caso? De ter uma noção d qto vale um consolo na net?

        jornalismo? imparcialidade?

        Devo entender então q vcs foram fazer uma entrevista com ele e ele o relatou, ou pesquisaram em sex shops do bairro ao menos? Ou a fonte d vcs fez algo do gênero? Pq na reportagem em si o clima ficou estranho pela noção d consequência dada no trecho citado acima (ficou meio formal d+, mas deixa pra lá…).

        fatos?
        Quais, exatamente? os dele ser professor, pai d família, etc? pq s sim isso não é fato. é PRECONCEITO. como s apenas uma “classe” fosse consumidora d sex shops ou outras inevitavelmente não o fossem.
        :p

        • aposto q vcs vão dizer q ficou gde d+ pra ler… XDDD tudo bem, eu perdôo…

  3. chora rits Says:

    atualizar kd

  4. Geeeeeeeezuis! O__O

  5. ahmmm... Says:

    existe uma coisa chamada contexto, chora rita, e aqui o contexto cai surge como um informe, ou seja imparcial, retratando um FATO. bom jornalismo.

    • Anônimo Says:

      A pessoa que (aparentemente) reclama da falta de contexto no post parece ser incapaz de redigir um período inteligível.

      Essa observação põe em relevo o nível intelectual dessa laia de otários, capazes de suscitar esse tipo de discussão sem sentido.

      • recorrendo a “Anônimo” pra respostas? N sabia q a auto-confiança andava tão baixa… pior ainda qdo atacando o meio e n as idéias apresentadas… desejo sinceramente q vc volte para o seu nicho de Veja e viva mto feliz.

    • chora rits Says:

      o que eu tenho a ver com isso?

  6. Anônimo Says:

    Quanto ao post, peca apenas por ser levemente provinciano ao extrair humor da compra inusitada do nosso colega biólogo.
    No mais, devo dizer que não tenho nada contra o uso de pênis de borracha, nem contra sua fabricação ou venda. Estivesse eu estar na posição do professor, faria exatamente a mesma coisa. No final, pagaria uma rodada de santa cerva pra galera com a grana dos consolos.

    Quanto à falta de posts, devo me desculpar. Estou envolvido em uma série de atividades que não existiam semestre passado, e que ocupam bastante meu tempo. Assim que as coisas voltarem à normalidade, voltarei à postar.

    Att, BlogDoBatman

  7. blogdobatman Says:

    Sopa, o anônimo fui eu, nos dois últimos comentários anônimos. No primeiro deles, estava respondendo aos comentários do usuário “ahmmm…” Sinceramente, acho que o post está bem contextualizado. Tristemente, o leitor “ahmmm” se furtou à fazer qualquer crítica válida, citando apenas palavras comuns do jargão jornalístico, pretendendo insinuar algum tipo de crítica sobre o qual ela mesmo não tinha uma idéia muito clara. Esse fato fica claro quando “ahmmm” responde à chora rita (que aliás nem estava na conversa) com um comentário totalmente desarticulado e sem sentido. O jornalismo enquanto corporação padece de vários males e um deles é grande quantidade de otários que pululam nessa seara.

    Eu apenas lamento a enorme falta de sensibilidade e inteligência de alguns dos nossos comentadores, o que evidentemente não se aplica à você.

    Att. Shalders do BlogDoBatman

    • desculpe, eu acabei me intrometendo e tals.
      Ainda não acho q esteja bem contextualizado, mas a verdade é que eu gosto de vários textos desse blog (tanto que eu continuo frequentando) e o assunto já rendeu d+…
      foi malz ai qqr coisa.

    • ahmmm... Says:

      verdade, sem articulação e inteligência somos iguais aos dildos do professor.

      pedro domingues

  8. anão Says:

    bang, bang, bamg, FLAMEWAR!

  9. Até parece que ele comprou só pra revender! ele deve ter pelomenos uma curiosidade em sabercomo se enfia 200 pênis na bunda E NA BOCA! RSRSRSRS

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: