Archive for the Humanidade bizarra Category

Redação BlogDoBatman

Posted in Amenidades, conspiração, Des-Informação, Fofoca, Humanidade bizarra with tags , , , , , , , , , , , , on 16/11/2010 by blogdobatman

X diz:*ALOU

Y diz:*porra meu irmãozinho to precisando de ajuda

X diz:*Falai

Y diz:*você sabe o que são as cinco pedrinha meu irmao?

X diz:*MARAVILOSO

*CONSELERO

*ou tamo falando da quinta que logo chega?

Y diz:*Q

*entendi noa rapa

*talvez a comunicação apresente falhas no engano

*mas você vai entender

*faz de conta que ainda é cedo

X:*HAUAHUHAUHAHUAHUAHUHUAHUAHUAHUA

*Velho

*a comunicação tá confoosa

*fale mais

Y diz:*uhaefuasdhiaisud

*cara

*caralho

*tem esses dialetos de homossexuais né?

*confoosa

*AFFERSON

*AFUHEIAUEF

*caralho

*ue lombra

*velho fiquei no antro hoje só eu e um hippie

*ouvindo um groundation

*deve ter sido por umas duas horas, velho

*a gente rindo um do outro jogando sinuca

*quase me apaixonei

X diz:*AHUAHUAHAUAUAHUAHUAHAUHAUHAUHAUHAUAUAHUAHAA

*olha a conexão chegando

*vem falando de dialeto de homossexuais e agora de qse se apaixonar por um cara

Y diz:*freud explica

X diz:*BRIMKS

Y diz:*AHUFAHUEIHUFAEIHIUAEFHUAIEFHIUA

[censurado]

X diz:*E nem reclamo

*pelo menos é no braço esquerdo

*que eu só lembro que existe quando rola tendinite

*é mais inútil que minhas amídalas essa porra

Y diz:*você não bate uma punhetinha não com o braço esquerdo?

*boto fé que é de boa

X diz:*Nem

Y diz:*velho vamo plantar dana da noite

X diz:*só com a direita

Y diz:*e maconha

*claro

*dama

X diz:*HAUHAUAHUHUHUAHUAHAUHAUAHHAUAHAUHUAHUA ALOA

*já tá pensando em LS(coloque sua letra preferida aqui)

Y diz:*dddddddddd

X diz:*Tô pensando em plantar uns joints pq tá foda

Y diz:*jamais lsa

*velho aquele manolo da quimica

*velho

*ele é genio

*aralho ele fez minha cabeça

*quero plantar as paradas todas

*iz que um pé adulto de seilaoque gera de 1400 a 1500 sementes

*não sei o que quer dizer, mas deve deixar muito louco pela mepolgação dele contando

X diz:*HAUHAUHAUHUAHUAHAUHAUHAUAAHUAHUAHUHAHAHAUHAA

*Ouxi, bora lá

*minha tia aliás já tem um pé de dama da noite

*qria ordenhar aquela planta sem levantar suspeitas

*pq né, minha prima fez farmácia, bem sabe o q dá pra extrair daquilo

Y diz:*+.+

*X seu molecão doido

X diz:*Sô nada

*Sou maior Sandy

*Meu nome é X, e estou há 24horas sóbrio

Y diz:*caralho fumei até umas hora

*velho

*to pensando em comprar um passat

*colar um adesivo dos racionais

*o bixo na prisão ta ligado?

X diz:*HAUHAUHUHUHHAUAHUAHUAHAUHUAHUAHUAHUA

*Tô bem vendo

*tá cos ôi veRmelho, aposto

*bem queria tbm, vou ver se acho algo aqui

*Pô, passat é ruim véi

*estacionar aquilo deve ser um transtorno

Y diz:*caralho X

*sério

*mais tarde

*velho

*você tem aí?!

*bora fumar nós dois, velho!!!!!

*CARALHOOOOOO

*JÁ PENSOU!?!?!?

X diz:*HAUHUAHAUHAHAUAHUAHUAHUA

Y diz:*AÍ A GENTE FAZ UMA VIAGEM LOUCA PRA BABILONIA

X diz:*FUDEU

Y diz:*PELO SKYPE SEI LÁ

*VELHO

*VAMO ESCREVER

X diz:*MERMÃO

Y diz:*VAMO GRAVAR ALGUMA COISA

*VELHO

*VAMO

X diz:*ACHEI UMAS 15 PONTAS

*VOU BOLAR ISSO E NUNCA MAIS VOLTO PRA TERRA

*E EU AQUI TOMANDO PARACETAMOL PRA TENDINITE TENDO COISA MELHOR

*OUXI, BORA SIM!

Y diz:*VELHO

*CALMA

*MAIS TARDE

*ETAPORRA

X diz:*eita

*oka

Y diz:*QUE SE EU PUDESSE EU MATARRA ERAM IL

X diz:*mais tarde

Y diz:*QEU SO CABA HOJME

porra

X diz:*HAUHAUAHUAHUAHUAHUUHAAUAUAHUAHUAHA

Y diz:*cai pra ca velho

*bota contar umas piadas

*jogar um uing eleven

X diz:*Véi

*são 22:11

*só tem como eu ir pro plano agora

*e nem teria como voltar se eu fosse

*=~~

Y diz:*faeihuaefhuaefhuaiefhiuaefhuiafe

*caralho X

*pega o proximo trem pra babilonia

*partindo da etiopa

Vocês acham que desistimos, ou, quem sabe, que sumimos.

Nós estamos cada vez mais perto.

Anúncios

Não somos dinamarqueses

Posted in Humanidade bizarra with tags , , on 06/08/2010 by blogdobatman

Em 1962, Copenhague, a capital dinamarquesa, foi tomada por uma polêmica. Estava nos jornais: “Nós não somos italianos”, dizia uma manchete. “Usar espaços públicos é contrário à mentalidade escandinava”, explicava outra. O motivo da polêmica: Um jovem arquiteto chamado Jan Gehl, que tinha conseguido um emprego na prefeitura meses antes, estava colocando suas manguinhas de fora. Gehl, que tinha 26 anos e era recém casado com uma psicóloga, vivia ouvindo dela a seguinte pergunta: “por que vocês arquitetos não se preocupam com as pessoas?”. Gehl resolveu preocupar-se. E teve uma ideia. Havia em Copenhague uma rua central, no meio da cidade, cheia de casas imponentes e de comércios importantes. Era uma rua que tinha sido o centro da vida na cidade desde que Copenhague surgiu, no século 11 – a rua viva, onde as pessoas se encontravam, onde conversavam, onde os negócios começavam, os casais se conheciam, as crianças brincavam, a vida pública acontecia. Nos anos 1950, os carros chegaram e aos poucos essa rua foi virando um lugar barulhento, fumacento e perigoso. As pessoas já não iam mais lá. Trechos inteiros tinham sido convertidos em lúgrubes estacionamentos. Pois bem. Aquele jovem arquiteto tinha um plano: fechar a rua para carros. Copenhague não aceitou facilmente a novidade. Os comerciantes se revoltaram, alegaram que os clientes não conseguiriam chegar. São dessa época as manchetes de jornal citadas no começo do texto. O que os jornais diziam fazia algum sentido: Copenhague não é no Mediterrâneo. Lá faz frio de congelar – o mês de dezembro inteiro oferece um total de 42 horas de luz solar. Ninguém quer andar de bicicleta, ninguém quer caminhar. Deixe meu carro em paz. Mas o jovem arquiteto ganhou a disputa. Nascia o Strøget, o calçadão de pedestres no meio da cidade que hoje é a maior atração turística de Copenhague. As pessoas adoraram a rua para pedestres desde que ela foi fundada. Na verdade, o comércio da região acabou lucrando muitíssimo mais, porque a área ganhou vida e gente passou a caminhar por lá a todo momento. É até lotado demais hoje em dia. O arquiteto Gehl caiu nas graças da cidade e continuou colaborando com a prefeitura. Suas ideias foram se aprimorando. Ele descobriu que o ideal não é segregar pedestres de ciclistas de motoristas: é melhor misturá-los. Alguns de seus projetos mais interessantes são ruas mistas, nas quais os motoristas sentem-se vigiados e dirigem com um cuidado monstro. Outra sacada: que essa história de construir ruas para diminuir o trânsito é balela. Quanto mais rua se constrói, mais trânsito aparece. Quanto mais ciclovia, mais gente abandona o carro. Em grande medida graças às ideias de Gehl, Copenhague é a grande cidade europeia com menos congestionamentos. 36% dos deslocamentos são feitos de bicicleta, mesmo com o clima horrível de lá, e a população tem baixos índices de obesidade e doença cardíaca. “Copenhaguizar” virou um verbo: significa tornar uma cidade mais agradável à maneira de Copenhague. Jan Gehl abriu um escritório de arquitetura cuja filosofia é “primeiro vem a vida, depois vêm os espaços, depois vêm os prédios”. Ele passou a ser contratado por várias cidades australianas interessadas em “copenhaguização”. Seus projetos revolucionaram Sidney, Perth e Melbourne, tornando seus centros mais divertidos, cheios de cafés, arte e vida, reduzindo carros, atraindo gente para fora de casa. De uns tempos para cá, Gehl, que hoje tem 74 anos, passou a ser procurado pela “big league” das cidades: Londres e Nova York o contrataram como consultor para transformar seus espaços urbanos. Ambas têm feito muito desde então. Enquanto isso, aqui na minha cidade, se alguém fala em melhorar o espaço público, logo ouve: “Nós não somos dinamarqueses. Usar espaços públicos é contrário à mentalidade brasileira.” 50 anos atrasado. Outra frase que se ouve muito aqui: “Brasileiro adora carro.” Adora nada, meu filho, presta atenção. Isso é propaganda de posto de gasolina! #

Por Denis Russo Burgierman

Silva Filho Strikes Back

Posted in Fofoca, Humanidade bizarra with tags , , , on 17/04/2010 by blogdobatman

O cel Silva Filho, no violênto ato do dia 9/12.

Hoje, 17/04, um ato em repúdio as eleições indiretas para govenador do DF foi duramente reprimido pela polícia. A repressão foi comandada pelo infame cel. Silva Filho, que tem um currículo digno de Darth Vader.

Cel Silva e esposa em um agradável passeio no parque

Foi silva filho que deu a ordem para que a cavalaria atacasse os estudantes no dia 9/12, em frente ao buriti. Silva Filho também foi responsável por outros massacres, e possívelmente detém a distinção oficial de “porradeador-mor” da PMDF.

Mais informações em breve.

Ana Carolina Oliveira, mãe de Isabela Nardoni, estrelará revista masculina

Posted in Fofoca, Humanidade bizarra with tags , , on 01/04/2010 by blogdobatman

Informações exclusivas obtidas pelo Blog do Batman confirmam mais um capítulo da tragicomédia envolvendo o assassinato da menina Isabela, que deus à tenha. Sua mãe biológica, Ana Carolina Oliveira, deverá fazer um ensaio sensual para a capa de uma revista masculina de grande circulação do nosso país. 

“A idéia é produzir um ensaio um pouco lúgubre, explorando essa coisa da dor e da morte. A mídia como um todo se beneficiou muito do caso da isabela, achamos que as revistas masculinas também podem garantir uma boa tiragem com o tema. Além disso, todas essas pessoas que se tornam públicas acabam mechendo com a imaginação das pessoas”, justificou o diretor comercial da publicação.

A revista liberou as informações com a condição de que não fossem citados nomes.

Perguntada pelo BlogDoBatman sobre o ensaio, a progenitora da menina assassinada preferiu não falar nada.

Domingo é dia de trilha ecológica na Reserva do Bananal

Posted in Humanidade bizarra with tags , , , , , on 06/11/2009 by blogdobatman

A Reserva do Bananal é a última área de cerrado virgem na área do Plano Piloto. Apesar de ser protegida por lei, os tratores da TERRACAP já começaram a entrar na mata, preparando o terreno para a construção do Setor Noroeste. Por isso, o grupo Cerrado Vivo chama a todos e todas para uma trilha ecológica pela reserva, que acontecerá na manhã deste domingo, dia 08/11. A concentração ocorrerá na entrada do Setor Militar Urbano, ao lado do velho canhão que há lá, a partir das 10 h, com previsão de saída às 10:30h. Recomenda-se levar água e filtro solar. A caminhada será, provavelmente, uma das últimas oportunidades de apreciar a beleza daquele pedaço de cerrado. Os cidadãos de Brasília não podem assistir calados à destruição de seu patrimônio ambiental e dos indígenas que lá vivem, especialmente em nome dos lucros da bandalheira imobiliária que controla o DF nesses dias, nominalmente Arruda, Paulo Otávio e cia.

cerrado 06

Além da riqueza da biodiversidade do cerrado, a área da reserva ambiental possui várias nascentes que formam a bacia do Paranoá. Agora, a indústria da especulação imobiliária (que elege governadores e controla jornais no DF) está prestes a destruir todo esse importante patrimônio ambiental para a construção de um bairro de alto luxo, o Setor Noroeste, que terá o metro quadrado mais caro de Brasília (a Terracap divulga que o valor do metro quadrado será em torno de R$ 6.000,00). O bairro de luxo de Arruda e Paulo Otávio atingirá diretamente a qualidade de vida dos brasilienses, agravando questões como o trânsito, a poluição e principalmente o abastecimento de água. Mas não é apenas isso: a construção do Setor Noroeste também pretende expulsar da área uma comunidade indígena, composta por cerca de dez famílias, que vive lá a mais de 30 anos. Na prática, o massacre dessa gente já começou: o cacique Korubo, morador que vinha sofrendo ameaças de morte, está desaparecido já a seis meses, e uma moradia indígena foi incendiada de forma criminosa no local.

a beleza do cerrado

Slavery Incorporated

Posted in Humanidade bizarra with tags , , on 29/10/2009 by blogdobatman

“and now, in the 21th century, is time to stand up and realize that we should not allow ourselfs to be trapped in this rat maze. We should not submit to dehumanization”

Mc fritas com camisinha

Posted in Humanidade bizarra with tags , , , on 12/09/2009 by blogdobatman

Uma menina de sete anos de idade achou recentemente uma surpresinha um pouco diferente em seu Mc lanche feliz: uma camisinha aberta. A polícia da cidade de Granges-Paccot, no cantão suíço de Fribourg, investiga como o objeto poderia ter ir parado dentro do lanche. Até agora, a investigação não chegou à nenhuma conclusão sobre isso.

Como o preservativo estava aberto, a primeira preocupação da polícia foi em descobrir se ela havia sido usada antes de ir temperar o lanche. Os policiais concluiram que ao menos a camisinha não fora usada num ato sexual completo. O porta-voz da polícia, Benoît Dumas, lamentou o  fato de a mãe da menina ter levado o lanche apenas dez horas após o “achado”, o que dificultou as análises.

mcdonald cccp

O Mc Donalds preferiu não comentar a situação.