Arquivo para Alemanha

Pinguins gays adotam filhote num zoológico alemão

Posted in Amenidades, Fofoca with tags , , on 23/06/2009 by blogdobatman

O zoológico da cidade de Bremerhaven, no norte da Alemanha, inovou em termos de direitos civis. Lá, um casal de pinguins gays (?) adotou um ovo do qual já nasceu um filhote.  Até agora, o comportamento dos dois papais tem sido dentro do esperado de um casal dito normal. O zoológico se tornou conhecido por conduzir pesquisas sobre homossexualidade em animais.

A decisão de entregar o ovo aos novos donos ocorreu depois que os pais, que haviam rejeitado a cria, foram vistos chocando uma pedra. A rejeição de ovos é observada normalmente entre os pinguins, mas poderia causar a morte do filhote. Foi esse argumento que motivou a decisão do Zoológico. Os novos papais receberam o presente com entusiasmo, e vem cuidando do novo filhote normalmente. O comportamento homossexual entre animais não é totalmente compreendido pelos biólogos, mas é observado inclusive no ambiente natural.

Jovem Alemão atingido por meteoro

Posted in ??????? with tags , , , on 17/06/2009 by blogdobatman

Não, não é o fim da era dos dinossauros, apesar do fato bizarro ocorrido. O jovem Gerrit Blank, de 14 anos foi atingido na semana passada por um meteorito, e, o mais absurdo é que o rapagote sobreviveu. Especialistas dizem que se a chance de ser atingido por um meteorito é gigante, a chance de sobreviver é maior ainda (uma em cem milhões). Existem relatos e relatos absurdos sobre acidentes com tais rochas, dignos de BlogDoBatman que temos pela história (como, por exemplo, a morte de um monge franciscano em 1650).

Foto do rapaz, orgulhoso da história que contará para os filhos e netos.

Foto do rapaz, orgulhoso da história que contará para os filhos e netos.

Relata-se que a velocidade da rocha do espaço que atingiu Gerrit era de aproximadamente 50 mil kilometros por hora. Sim, 50 mil. O fragmento possuía 30 centímetros de diâmetro e propriedades magnéticas. Os astrônomos estão abismados, pois a maioria desses objetos se desintegra antes de chegar à superfície, causando assim o que chamam de estrelas cadentes.

Segundo o garoto, ele disse ter visto uma luz extremamente forte vinda do céu e depois muita dor na sua mão. Gerrit descreve também ter ouvido um forte estrondo, semelhante a um trovão, como diz o mesmo; diz também que o barulho foi ouvido depois da luz e que seus ouvidos ficaram zumbindo por horas e horas depois do impacto.