Arquivo para estupro

Filho de diretor da RBS estupra garota em Florianópolis

Posted in Sem categoria with tags , , , on 06/07/2010 by blogdobatman

Em meados de junho, o filho de Sérgio Sirotsky, membro do conselho administrativo da Rede Brasil Sul de Comunicação, a RBS, estuprou uma menina de 14 anos com alguns coleguinhas. A RBS representa para o sul do Brasil aquilo que a globo faz em escala nacional. Como era de se esperar, uma googada sobre o assunto rendeu apenas posts de blogs comentando o fato. Nenhum jornalão se atreveu a tocar no assunto, bem como nenhum grande portal de internet. Apenas o trash Domingo Espetacular, da Record, noticiou o ocorrido.

A RBS é retransmissora da Rede Globo no sul do país.

O universo dos jovens estupradores é dos mais assustadores. São todos membros da elite da ilha, estudantes de uma escola privada tradicional e muito cara. Além do príncipe herdeiro de um dos maiores monopólios midiáticos do país, participaram da diatribe o filho de um delegado e um terceiro, sobre o qual não dispomos de maiores informações. Todos contam “inocentes” quatorze anos.

A dança macabra começou por que a menina em questão dispensou os carinhos do filho do delegado. Após o rompimento do namoro, Os nossos mosqueteiros decidiram vingar-se da senhorita. Deram-lhe de beber do “boa noite cinderela” e levaram-na para o apartamento da mãe do filho de Sirotsky. Lá, com a menina já inconsciente, trataram de estuprá-la da forma mais brutal que conseguiram imaginar, usando até um controle remoto na sodomia.

Quando os infantes estavam iniciando o procedimento para estrangular sua vítima, a mãe-do-filho de Sirotsky chega em casa e interrompe o massacre. A boa senhora ainda liga para a mãe da vítima e mente cinicamente:  “Venham buscar sua filha, pois sabe como são esses adolescentes, fizeram uma festinha aqui em casa na minha ausência, andaram bebendo e se passando, ela está meio bêbada e caindo pelas tabelas.”

Seguem-se a visita ao IML, as tentativas de suicídio da parte da menina, e fecham-se as cortinas nesse drama shakspeare-kafkaniano. Mas não se fecham simplesmente, são antes puxadas com vigor pelos baronetes da mídia local e seus asseclas. Com as cortinas fechadas, vem ao palco os próprios donos da mídia, apresentar o monólogo cínico e hipócrita entitulado “liberdade de imprensa”.

É a elite brasileira expressando mais uma vez sua sanha homicida. Preparem-se, pois serão essas pessoas, daqui a uns anos, a decidir o que você assistirá na tv e lerá nos jornais.

Segue uma carta escrita por mães da escola onde as crianças estudam, e que dá mais detalhes.

Caros leitores,

Estamos nos dirigindo a vocês, por ser nosso único meio de comunicação ainda livre de controle da informação falada e escrita, especialmente para o nosso caso de Florianópolis onde o domínio é total pela RBS que controla tudo.

Somos um grupo de mães do tradicional Colégio Catarinense de Florianópolis. É de conhecimento geral de que se trata de um colégio no qual estudam os filhos das famílias mais tradicionais, influentes e ricas de nossa Cidade, ou seja, a chamada “elite” Florianopolitana. Neste momento em que escrevemos isso estamos profundamente envergonhadas, pois este colégio está se tornando uma escola formadora de alunos pedantes, arrogantes, sem escrúpulos, sem noção do que é certo ou errado, pois esta escola está travestida de uma impunidade para os atos de seus alunos de pais influentes.

– Já não bastassem que há anos existam drogas circulando pelas dependências da escola, trazidas e servidas pois filhos de pais influentes;

– Já não bastassem que há anos acontece de tudo nas dependências da escola, como cheirar, fumar todos os tipos de fumo, transar, bater e intimidar os mais fracos;

– Já não bastassem as gangues famosas do Catarinense ameaçando os próprios alunos que não fazem parte, ou andando pela cidade ameaçando alunos de outras escolas, ou nas baladas cantando de galos, ou lutando entre si até sangrarem como já apareceu na TV;

Como se isso não bastasse, sem que nós pais pouco ou nada pudéssemos fazer junto a Direção do Colégio para que tomassem uma atitude com essa permissividade absurda que estava crescendo nas dependências da escola, principalmente em relação a esses filhos dessa elite maldita de nossa Cidade, agora temos um estupro de uma de nossas adolescentes. Isso mesmo, uma aluna do Colégio Catarinense foi brutalmente estuprada por três colegas, igualmente com 14 anos cada e colegas do mesmo colégio.

Tomamos essa medida de contar esta história que aconteceu há poucos dias (hoje é 28/06/2010), mas que está sendo abafada pela imprensa, porque um dos alunos estupradores é o filho de 14 anos do Sr. Sérgio Sirotsky, um dos Diretores da RBS TV e o outro é o Bruno, filho de um Delegado de Polícia da Cidade. O outro aluno ainda não conseguimos levantar. Quanto ao nome da adolescente, não divulgaremos a pedido da família que está em choque. O que podemos divulgar é que a garota fez o exame de corpo de delito e o processo esta correndo em sigilo (o sigilo não foi pedido pelos pais da garota e sim pelo Delegado e pelo Sr. Sérgio Sirotsky pra preservar os delinqüentes e estupradores de seus filhos).

O caso ocorreu porque a menina terminou o namoro com o filho do Delegado, aí os amigos resolveram se vingar da garota. Encontraram com ela no Shopping Beira Mar, colocaram alguma droga na sua bebida (parece que foi a droga Boa Noite Cinderela) e a levaram para o apartamento da Mãe do filho do Sérgio Sirotsky que fica bem próximo ao Shopping Beira Mar. No quarto do garoto, os três estupraram a garota de todas as maneiras possíveis, até introduziram um controle remoto na vagina. Quando estavam estrangulando a garota, a mãe (ex mulher do Sérgio Sirotsky) entrou no quarto. Disseram que em princípio, e acreditamos que sim, pois deve ter sido uma cena grotesca e inimaginável para qualquer pai ou mãe, teve um ataque e bateu muito nos garotos e principalmente no filho. Porém passado o choque inicial, ela deve ter pensado nas conseqüências terríveis do ato de seu filho e resolveu protegê-lo. A garota ainda estava desacordada, então ela vestiu a menina, enrolou um cachecol em volta de seu pescoço para esconder as marcas e ligou para a mãe da menina dizendo: “Venham buscar sua filha, pois sabe como são esses adolescentes, fizeram uma festinha aqui em casa na minha ausência, andaram bebendo e se passando, ela está meio bêbada e caindo pelas tabelas.” Os pais foram buscá-la e a levaram para casa desacordada, porém aos poucos ela foi acordando e começou um choro desesperado e a falar coisas desconexas beirando ao histerismo. A mãe apavorada com o comportamento da filha, tentando acalma-la e ao tirar o cachecol viu as marcas no pescoço da filha em choque sem saber o que pensar ou dizer levaram imediatamente a filha ao médico e lá chegando o mundo foi caindo para esta família. Depois do médico foram orientados a ir a Polícia e a fazer o exame de corpo e delito.

Desnecessário dizer que os pais da garota receberam o telefonema do todo poderoso da RBS para que resolvessem esse “problema” e forma discreta, pois a final era o futuro de “seus” filhos que estava em jogo.

Pergunta: Qual futuro está em jogo???? Da garota estuprada ou dos garotos estupradores?????

Resposta: A garota irá sofrer muito com certeza e juntamente com toda a sua família, mas irá superar porque o mal não está com ela. Agora, esses garotos estupradores e quase assassinos, porque se a mãe não tivesse chegado a tempo eles teriam matado a menina, esses não têm mais jeito, esses estão marcados pro resto da vida têm que ser punidos, pois se não forem continuarão a fazer isso com outras meninas respaldados por essa impunidade garantida pelos seus pais poderosos.

Divulguem isso por favor, nos ajude a impedir que mais essa aberração desses garotos passe impune. Que aliás não é a primeira vez que esses garotos aprontam, são uns delinquentes, prodígios de bandidos.

Assinado: Mães indignadas do Colégio Catarinense

Aves molestam e matam

Posted in Amenidades with tags , , , on 18/08/2009 by blogdobatman

Um grupo de Kiwis invadiu uma pequena propriedade rural num subúrbio de Auckland, na Nova Zelândia. Apesar de serem conhecidas pelo temperamento pacífico e “bobão”, os Kiwis revoltados mataram uma ovelha e abusaram de um cão pastor naquela tarde.

“Eu ouvi o cachorro latindo muito e um barulho estranho. Pensei que meu sítio estava sendo roubado” disse Tom McLoweed, dono do sítio onde os crimes ocorreram. Afim de defender a propriedade, o Sr. McLoweed foi até a origem dos barulhos empunhando uma grande tesoura de aparar lã. Chegando lá, assistiu horrorizado à carnificina animal. “Quando cheguei próximo ao riacho,vi que uma de minhas ovelhas estava sangrando, já morta, provavelmente, e um bando de kiwis cercando o meu cão-pastor. O Fridel estava estático, apenas latindo, mas sem nenhuma reação frente a tantas aves” O cão de McLoweed sofreu vários ferimentos na região anal, causados principalmente pelos bicos afiados das aves.

the birds

Os sacerdotes da ciência locais explicaram que o incidente com os kiwis pode ter sido causado pelo stress decorrente da destruição do ambiente natural dos bichos, favorecido pela expansão urbana desordenada.